sexta-feira, 13 de maio de 2011

No embalo de um jazz


Que lindo é sentar em um dia de chuva, ao som do jazz
Stormy Weather...
A chuva incessante, torrencialmente, cai
O frescor do vento invade meu quarto
As folhas de papel parecem tomar vida e voam afoitamente
E eu, encantada, posto-me a admirar
Sempre as pequenas coisas belas que outros costumam não enxergar
A chuva finda, a música na vitrola acaba com um simples click
E meu pequeno deleite acaba, em um último e sonoro choro de saxofone.

jun 2005
modificado em mai 2011


Um pouco de poesia para o prazer do tempo frio.



Fotos (vitrola): Luciana Zacarias

Nenhum comentário:

Divulgue

Visitantes